domingo, 13 de novembro de 2011

37ª Meia Maratona Internacional da Nazaré

Partida (Foto Alvitejo)
Pedro Cruz, J Cruz e irmão, foi o grande vencedor da 37ª edição da Meia Maratona da Nazaré. O atleta cumpriu a distância da meia maratona em 01h09m09s, seguido por Gonçalo Borges, do GD 3 Santos Populares, a 30 segundos e por Ricardo Gomes, Juventude Unida de Fornos, com 01h10m26s.
 O primeiro lugar do pódio feminino coube a Ana Ferreira, do GD Estreito, com o tempo de 01h20m43s, seguida de Anabela Tavares, Águias Unidas, 1h22m49s e em terceiro lugar ficou Maria José Frias, AA Mafra com o tempo de 1h 28m 13 s, primeira veterana.
Paralelamente realizou-se o  4º campeonato da Europa de Meia Maratona da INAS, cujo vencedor foi o português Paulo Pinheiro, em Masculinos e Arleta Meloctt  da polónia, em femininos. Colectivamente venceu Portugal.
Nazaré tem um encanto especial
A grande festa do atletismo de estrada voltou a “casa da mãe”, com a realização da 37ª edição da Meia Maratona Internacional da Nazaré, a mais antiga prova da distância em Portugal.
Desde a minha infância ir à Nazaré era o passeio desejado, uma vez que, os meus pais elegeram esta praia como o destino principal de férias, durante saudosos anos. Regressar é muito agradável!
A organização elegeu a campeã, Rosa Mota, como a madrinha da prova. É uma atleta que admiro e que gosto muito de rever. Antes do tiro da partida, os atletas enviaram-lhe um forte aplauso. Grande Rosa Mota!
Antes da partida, tempo para conversa com Amigos. Gostei de rever o Mário Lima, a preparar a Maratona de Lisboa e em plena marginal, o Pedro Ferreira, Vítor Veloso, com a bonita Carolina.
Km4 (Foto Alvitejo)
Dada a partida, sem confusões e bem organizada, corri no ritmo pretendido e com o objectivo de conseguir um bom resultado. Rapidamente verifiquei que o vento ia complicar e ao km 8 uma ponte (nova), com alguma inclinação e contra vento forte, não estava nos planos, deitou por terra a possibilidade de fazer um bom registo. Passado o obstáculo o ritmo volta ao pretendido e após o retorno aumento a frequência da passada, para tentar recuperar tempo, mas não foi suficiente. Mantive o andamento e corro os últimos 5 km só. Rolei bem mas já não dava para melhorar.
 Concluí em 20º da geral, 3º M40 com 01h 17m 00 s.
M40 (Galeria Alvitejo)
Terminei debaixo de chuva forte. A organização ofereceu água, isotónico e bolo tradicional, para recuperar e um bonito prato para coleccionar!
A recuperação (Foto Alvitejo)
Depois, no areal, estava montada uma tenda de massagem desportiva, da equipa de “Físio Massagem do Alvitejo”. Excelente massagem de recuperação, pois têm sido muitos quilómetros acumulados. O trabalho realizado pelo Amigo Rui Queixada, deixou-me muito bem. Seguiu-se um banho quente, logo ali ao lado.
Aproveito para agradecer a todos os que me apoiaram.
Para o ano, vou querer voltar à Meia Maratona da Nazaré!

6 comentários:

Carlos Lopes disse...

Parabéns campeão

José Carlos Jorge disse...

Bela prova.
Parabéns pelo pódio
Mandei-te uma mensagem privada pelo fórum O Mundo da Corrida
Um abraço

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
--ooO--(_)--Ooo--
Grande Luis já faz um tempinho que não venho aqui conferir as novidades, mas é por falta de tempo mesmo os treinos para Ultras e competições tem me tirado o tempo, mais retornando aqui no seu blog vejo que vc está em alta performance parabéns mandou super bem com um ótimo tempo o meu melhor tempo em Meia foi este ano aqui na Meia Maratona Internacional do Rio em 1h 21min...Continue mantendo o foco campeão...

Boa semana e bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Mário Lima disse...

Luís

Como era de prever e como te disse antes da prova, não sabes 'brincar' em serviço e, como tal, mais um lugar no pódio. Depois de uma Maratona é um feito só ao alcance de predestinados.

Venha a próxima!

:)

Abraços e Parabéns ó Campeão!

António Almeida disse...

Parabéns Mota por mais uma ida à "mãe", é como disses a Nazaré tem um encanto especial.
Continuação de boas corridas.
Abraço.

Vitor Veloso disse...

Parabéns Luís,
Mais uma Meia feita com Garra de campeão.
Bom reverte-te!
Agora será em Lisboa!
Claro que Carolina fica feliz com teu elogio!
Grande abraço