segunda-feira, 4 de agosto de 2008

HELDER FERREIRA NA ULTRA MARATONA ATLÂNTICA MELIDES/TROIA

Pela primeira vez, Helder Ferreira participou nesta aventura.


Segundo o atleta, " a experiência foi magnifica lembrando-o um pouco a aventura no deserto doSahara/Marathon Des Sables mas menos quente, apesar do calor ter sido muito...".
O resultado foi espectacular tendo ficado em 1ºlugar no escalãode séniores e em 3ºlugar da geral com o tempo de 3h27m30s.




O 1º classificado terminou com o tempo de 3h14m03s e o2ºclassificado com 3h20m40s.


3 comentários:

Jorge disse...

Amigo Luis Parabéns a vc por postar noticias sobre os atletas e parabéns ao Helder correr na areia não é fácil fiz uma competiçãode 10km na praia a noite ano passado e correr na areia fofa é dificil, mais não é impossível.
Um abraço e boas corridas.
JORGE
www.jmaratona.blogspot.com

Rui disse...

De facto o Helder Ferreira, esteve a um nível mt elevevado, os meus parabéns.
Esteve tb presente um outro Pato Bravo: Helder Figueiredo (a residir na Parede), a fazer 30º no escalão Sen, com um tempo de 7h07m33s, o que para uma primeira aventura nessas andanças me pareceu mt bom.

Mota, perdeste esta corrida?!

1 abraço
Rui Sousa

Vânia Almeida disse...

Oi Luis,
Obrigada pela passagem blog Cuidando do Corpo.Que saúde hein! Parabéns pelos "NãoS" do questionário, você está indo bem!
Quanto a dor no tendão de aquiles, vou esscrever bastante.

Achilles tendinitis - O tendão de Aquiles (tendão calcâneo) corre pela parte posterior da perna e conecta-se à panturrilha. Ele pode ficar inflamado devido ao uso excessivo e à falta de flexibilidade. Corredores jovens tendem a distender o tendão de Aquiles um pouco acima do calcanhar, mas à medida que o corredor fica mais velho, a tendinite costuma ocorrer mais para cima, onde o tendão se conecta à panturrilha. Um tendão de Aquiles inflamado fica sensível e rígido.

Causas - A corrida tende a retesar a panturrilha. Quando o músculo fica muito tenso, ele não permite a biomecânica natural da corrida e o tendão de Aquiles fica distendido e inflamado. Correr em ladeiras muito inclinadas ou aumentar seu volume de treinamento muito rapidamente pode resultar em inflamação no tendão. Se você continuar correndo apesar da dor, a inflamação pode transformar-se em ruptura parcial do tendão. Eventualmente, parte do tendão irá morrer, e o tendão remanescente enfraquecido, poderá romper-se facilmente.

Tratamento - Tome anti-inflamatórios,receitados por especialistas .Massageie o tendão de Aquiles com gelo e tire alguns dias para descansar. Em alguns casos, um salto elevando de 1/4 de polegada a 1/2 polegada o calcanhar irá aliviar o estresse no tendão. Se você continuar sentido dor depois de duas semanas, deverá ver um fisioterapeuta orientado ao esporte ou um ortopedista.

Prevenção - Uma vez que a musculatura rígida da panturrilha e um tendão de Aquiles rígido resultam em tendinite, é imperativo alongar esta região.Faça alongamento depois da corrida, não antes. Desta forma, seu tendão está aquecido e receptivo a um alongamento lento e gradual. Nunca alongue até o ponto de sentir dor. Também considere o uso de um tênis firme da categoria "motion-control" para limitar a pronação e a movimentação da parte traseira do pé, e certifique-se que não há pressão ou atrito do tênis sobre o tendão de Aquiles. Elimine ou diminua o treinamento em ladeiras.

Pode-se correr com isso? - Você não irá querer correr com Achilles tendinitis. Até a mais leve distensão do tendão pode resultar em ruptura parcial ou total, a qual pode ocasionar um dano permanente.

Espero ter te ajudado.
Abraços
Vânia