terça-feira, 3 de março de 2009

25 Anos a correr as “Três Léguas do Nabão”

A prova Três Léguas do Nabão (3LN) teve a sua primeira edição em 5 de Fevereiro de 1984.
Na altura participei em representação do Cem – Soldos (SCOCS) aldeia onde residia, juntamente com cerca de duas dezenas de atletas.


Partida da 1ª edição

Na primeira edição os atletas partiram no entroncamento da “Estrada do Prado” com a Rua de Leiria, perto do Hotel dos Templários. Após dada a partida, corremos junto ao Rio que dá o nome à prova, a Roda do Mouchão viu-nos passar. De seguida fomos pela “Levada” até à rotunda (na altura só havia esta) de seguida fomos em direcção a Carvalhos de Figueiredo e Quinta do Falcão. Após os 10 quilómetros aparecia o grande obstáculo, a subida da Platex. Ultrapassado, embalados atravessamos Marmelais, uma pequena subida junto da Igreja de Santa Maria do Olival levava-nos ao último quilómetro. A força voltava e triunfalmente corríamos, ladeados por um cordão humano que nos aplaudia, na “Corredora” para cortar a Meta na praça principal da nossa bonita cidade. A Praça da República!

Hoje as coisas são diferentes.







"Medalha da primeira edição"









Ao longo destes 25 anos participei em todas as edições. Por duas vezes, 1986 e 1987, consegui ser o 5º juvenil.





Prémio do 5º lugar em 1986 e 1987




As medalhas de barro!

Nas primeiras edições, quando chegava a Cem-Soldos, lembro-me de ser “gozado” por ganhar medalhas de barro. Até os familiares mais próximos ironizavam comparando a “Medalhas de Cortiça”!
Felizmente, sem apoio, continuei a participar mesmo nos 20 anos que pratiquei futebol. Hoje, encontro na minha esposa e filhos o apoio necessário.


Em local de destaque orgulhosamente guardo os que considero serem os mais belos e preciosos troféus. As minhas “Medalhas de Barro”.

Domingo conto efectuar a 26ª edição. Vão estar presentes em Tomar muitos amigos. Faço votos que a prova vos corra bem.

12 comentários:

Luís Ribeiro disse...

Olá Luís!

Venho felicitá-lo por esse feito, pois não são muitos a consegui-los.
Eu apenas participei uma única vez, talvez na 4ª ou 5ª, não me recordo. A minha Medalha de Barro está religiosamente guardada em casa dos meus pais. Um dia destes ainda vou confirmar em que ano foi.

Desejo desde já um boa prova e que tudo lhe corra de melhor.

Abraço

joaquim adelino disse...

Olá amigo Lmota.
Os recordes foram feitos para serem batidos, e já vai na 26ª edição.
Eu já participei nessa prova em 1998 e se tudo correr bem até lá vou participar já no próximo Domingo na 26ª edição.
O percurso que fiz na altura penso que é o mesmo que descreve agora, onde englobava essa difícil subida no regresso a Tomar.
Como as coisas estão hoje diferentes (um juvenil a fazer 15 kms!!!).
Parabéns pela bonita colecção de medalhas, têm um grande valor histórico e provavelmente também sentimental.
Então até Domingo. Um abraço.

Fernando Andrade. disse...

Grande Luis
Parabéns por ser totalista de uma das Provas mais tradicionais do País. Lembro-me que foi uma das que esteve no top de participação no final dos anos oitenta (quando chegou a fazer parte do Troféu Spiridon).
Fi-la uma vez, não me lembro em que ano. Só sei que gostei muito e quero voltar, embora ainda não possa ser este ano.
Grande Abraço e boa Prova.

FA

António Almeida disse...

Amigo Luís
os meus parabéns por seres totalista na prova, pelas tuas medalhas de barro e por hoje contares com a apoio da Susan e dos "Motinhas" como lhes chama o nosso amigo joaquim.
De facto pela foto da 1ª edição dá para ver o quanto a prova era participada e esperemos que este ano sejam muitos os que vão estar em Tomar.
Já no passado ano e por ser uma prova que fazia parte do meu imaginário era para ter participado, este ano claro que não podia faltar, por isso meu amigo até Domingo.
Bom resto de semana.
Grande abraço,
António Almeida

Carlos Lopes disse...

Ola Luís,

Parabéns. 25 anos de dedicação , é para poucos.

Nuno disse...

Olá Luis
Muito bom mesmo, acho que não haverá desportista que se orgulhe de tal feito. 25 anos consecutivos a participar nas 3 leguas, é obra...
Eu já participei em várias edições, prova que gosto muito de fazer. Este ano estou inscrito mas ainda nao sei se poderei p0or motivos profissionais.
Parabens pela prova de domingo e pela vitoria da Mariana.
Um abraço
Nuno

Mark Velhote disse...

Olá Luís,

Não conhecia esta prova, mas pelo que li tem muita tradição!
Parabéns pela 26ª presença o que mostra mais uma vez a paixão com que se dedica ao atletismo!

Um abraço e boa sorte para a prova!

Susana disse...

Ola Luis, e eu também vou lá estar, assim espero! Na 26ª Edição das 3 Léguas do Nabão! Vai ser a minha 1ª participação nesta corrida, depois daquele magnífico treino dos bloguistas nessa terra muito bonita - Tomar.
Beijinhos para a família e até lá

André Gomes disse...

Luís,

desejo que esta 26ª edição seja coroada de êxito para o meu amigo.

Força e parabéns à família pelo desempenho desportivo!!!

Abç

AGomes

Gil Ferreira disse...

olá luís,

também gostava de participar, mas este ano estou requisitado para o distrital de cross curto - com pena por perder esta prova.

Gosto muito desta prova. Há nela uma dimensão simbólica única - não é só mais uma. Apesar disso, corri lá só duas vezes: fui 3º junior há quase 20 anos (nesse ano, o 1º da geral foi outro júnior, o josé santos, na altura pela juventude da castanheira), e o 1º vet.1 o ano passado (3º da geral). Este ano era para ir, mas paciência.
abraço, e boa corrida.

MPaiva disse...

Luis,

O nome dessa prova é particularmente feliz, apelando à nostalgia pelos tempos em que se mediam as coisas em léguas, em alqueires, em quartilhos, etc, etc.
Para além disso, e da beleza da região onde decorre a prova, acredito que ela tenha para ti um significado muito especial, já que decorre na tua terra e deverão ser muitos poucas as pessoas que tenham participado nas 25 edições!
Por isso mesmo, deixo-te um abraço de felicitações por todas as edições que já correste e desejo que esta decorra da melhor forma possível.
Este ano, pelas razões que conheces, nãoe estarei presente. De qualquer forma deixo-te já a minha palavra de que se nada de errado acontecer, para o ano também estarei em Tomar para me integrar no pelotão das 3 Léguas.

abraço
MPaiva

Paula Pinto disse...

Luís

E que prazer teria eu se alguma vez ganhasse uma medalha de barro :))

Contento-me com o sucesso de chegar ao fim. :)) Isto não tem estado nada bem em termos de preparação. Mas conto lá estar. Será a minha primeira vez.

Parabéns por ser um atleta de "mão cheia"

Abraço a toda a família
Paula Pinto
http://alemvirtual.blogs.sapo.pt