quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O Adamastor

"Ó gente ousada, mais que quantas

No mundo cometeram grandes cousas,

Tu, que por guerras cruas, tais e tantas,

E por trabalhos vãos nunca repousas(…)

Pois vens ver os segredos escondidos

Da natureza e do úmido elemento,

A nenhum grande humano concedidos

De nobre ou de imortal merecimento(…)



Assi contava; e, cum medonho choro,

Súbito d’ante os olhos se apartou.

Desfez-se a nuvem negra e cum sonoro

Bramido muito longe o mar soou.

Eu, levantando as mãos ao santo coro

Dos Anjos, que tão longe nos guiou,

A Deus pedi que removesse os duros

Casos que Adamastor contou futuros.

In Os Lusíadas - O Gigante Adamastor, de Luís Vaz de Camões

5 comentários:

Vitor Veloso disse...

Luis,
Grande prova, espectacular triunfo.
Parabéns.
Abraço

Mark Velhote disse...

Viva Luís,

Muitos parabéns! Estes resultados já deixaram de ser uma surpresa.
Que podemos esperar para o Porto?

1 abraço
Mark

Fernando Andrade. disse...

Bem lembrado, Luis.
Mas os "Bartolomeus" que já demonstraram que, afinal, o Adamastor "...era um penedo que tinha forma de gente"
ainda não conseguiram convencer os nossos "marinheiros" a testemunharem isso mesmo com os seus próprios olhos.
Há-de vir o dia.
Grande abraço, Luis e Sábado, ao fim do dia, lá nos encontraremos em Óbidos.
FA

JOSÉ NARCISO disse...

Olá Luis!!!
Parabéns por mais uma faceta cheia de exito amigo!!!
Até um dia destes!!!
Cumprimentos a toda a familia.
José Narciso

Mário Lima disse...

«A Deus pedi que removesse os duros»

Mas Deus não os removeu, ainda bem!

:)

Vi-te na SportTV. Grande passada, alguma vez pisaste o chão?

:)

Abraços para toda a família e de novo Parabéns pela magnífica prova.