sábado, 9 de abril de 2016

Luís Mota vence Ultramaratona em Castelo Branco

Realizou-se hoje, em Castelo Branco, a quarta e última etapa do Circuito Território do Centro.
A prova 40+, na distância de 54 km, teve como vencedor Luís Mota, em representação da Casa do Benfica em Abrantes. Na segunda posição ficou Milton Gonçalves, Do Município do Sabugal/GCD Fóios e preencheu o pódio, Marco Nabais do AC Portalegre.
Luís Mota 1º nos 55 Km

O atleta tomarense demorou 4h 37 m e 20s para percorrer os 54
Luís Mota, que já tinha vencido as duas primeiras etapas e sido segundo em Vila de Rei, com esta vitória na cidade albicastrense foi o vencedor do Circuito de Ultra Trail do Território em 2016.

Os 3 primeiros classificados do "Circuito Território Centro"2016

Nas senhoras, Isabel Moleiro foi a primeira classificada, seguiu-se Mariana Ballester e a terceira foi a carismática Célia Azenha. Devido à regularidade e vitória em Vila de Rei, Célia Azenha foi a vencedora feminina do Circuito.


sexta-feira, 8 de abril de 2016

Trilho do Infante - Penela

O 1º Trilho do Infante realizou-se no passado Domingo, dia 3 de Abril de 2016 pelas terras e Concelho de Penela, sendo organizada pela Associação Infante Dom Pedro, com  o apoio dos Bombeiros Voluntários de Penela, do Município de Penela, Juntas de Freguesia e outras entidades públicas e privadas sendo um evento com cariz solidário e com o objectivo de ajudar os Bombeiros Voluntários de Penela.
As provas e a caminhada percorreram caminhos e trilhos com vislumbre natural, paisagens sobre o Monte de Vez e o Início da  Serra da Lousã, com passagem pela “Pedra da Ferida” .
Partida do Trilho do Infante
A partida foi dada junto do Castelo de Penela  e daí o destino seria o Moinho e Capela situados no Monte de Vez. Passada a primeira dificuldade, num percurso mais rolante o destino era agora o expoente máximo da prova, a Cascata da Pedra da Ferida. Daí seguimos para a capela do Calvário, no Espinhal e, passados 5 km era a chegada à meta, no pavilhão Multiusos de Penela.
O percurso foi bastante interessante, permitindo a todos visitar os locais mais emblemáticos da vila de Penela, percorrendo trilhos e estradões e passando por vários ribeiros, sempre com segurança para os atletas.
Adicionar legenda
O 1º Trilho do Infante contou com o Trail – K26 que teve a distância, aproximadamente, de 28Km com cerca de 1000 metros de acumulado positivo; com o Mini Trail – K14 com a distância, aproximadamente, de 15Km com cerca de 500 metros de acumulado positivo; e a caminhada – K10  teve uma distância, aproximadamente, de 10 Km com cerca de 380 metros de acumulado positivo.
Na totalidade das duas provas e caminhada marcaram presença no 1º Trilho do Infante cerca de 850 participantes e mais de 100 voluntários que tudo fizeram para que nada faltasse aos participantes no evento.
As provas e a caminhada foram fornecidas por abastecimentos líquidos e sólidos, sendo 3 os abastecimentos no K26, 2 no k14 e 1 na caminhada.
No final da prova, os atletas foram brindados com uma excelente recepção, no Pavilhão Multiusos, com um espectacular abastecimento final. Aos atletas foi servido ainda, um almoço volante, com uma sopa quentinha, duas sandes de porco no espeto e uma bebida.
A organização desta prova primou pela excelência, pensando em todos os pormenores para os atletas passarem um dia em grande, desde a recepção e entrega dos dorsais, que decorreu com toda a normalidade, até ao final da prova, onde os atletas foram atenciosamente recebidos na meta, com uma área de lazer para os acompanhantes poderem esperar pelos seus atletas com todo o conforto.
Não faltaram voluntários durante o percurso para ajudar e animar os atletas, bem como fotógrafos, todos devidamente identificados.
Os vencedores do Trail k26 foram brindados com ofertas do Hotel Design Duecitânia e os K14 do Restaurante Sesnando e outros presentes.
Relativamente aos vencedores, no K 26 a geral masculina ficou assim composta:
Pódio K26

1º Carlos Correia, O Mundo da Corrida, com 2h30m48s
2º Luís Mota, Casa do Benfica em Abrantes, com 2h31m15s
3º Nelson Costa, O Mundo da Corrida, 2h33m05s
As vencedoras da geral feminina foram:
1ª Sofia Agostinho, Aminhacorrida/Kalenji, com 3h20m29s
2ª Tânia Batista, Coimbra Trail Running, com 3h28m40s
3ª Dina Rocha, Coimbra Trail Running, com 3h29m39s
A prova de 14 Km teve a primeira parte comum, indo apenas os atletas ao “Monte de Vez” e regressando a Penela.
Na prova K 14 os vencedores da geral masculina:
1º Rui Rodrigues, CDCR dos CTT COIMBRA, com 1h09m47s
2º José Sequeira, Montanha Clube Trail Running/Runners, com 1h14m24s
3º Rodrigo Rosa, A.D.R.Águas Belas, com 1h16m22s
As vencedoras da geral feminina foram:
1ª Cláudia Torres, SR Jardoeira/Runcrosstrail.com, com 1h37m42s
2ª Joana Ferreira, VAINDO, com 1h45m19s

3ª Célia Santos, ARCD Venda da Luisa, com 1h47m11s

III Inatel Piódão Tril Running

Realizou-se no passado dia 2 de Abril, na aldeia do Xisto do Piódão, Arganil, a terceira edição do Inatel Piódão Ultratrai prova incluída no circuito nacional da ATRP, sendo a segunda prova do Campeonato Nacional de Ultra Trail.
A partida e chegada, bem como toda a área logística esteve localizada nas instalações do Inatel do Piódão. Do evento faziam parte três distâncias Ultra Trail 50, desnível de + 2.500 mts, Trail 24, desnível de + 1.300 mts e Mini Trail/Caminhada de 15 Km, desnível de + 600 mts, num total superior a 600 atletas nas três distâncias.
Início da corrida Ultra 50 Km

Nos 50 kms foram 252 os participantes com André Rodrigues, “atleta da terra” pertencente à equipa  Equipa Dr. Menino foi o vencedor, com 4h 47m 40s, seguido de Tiago Aires – Nutrimania SN – 4:53;38 e Délio Ferreira – CA Barreira – 5:10;45.
Luís Mota a terminar a sua prova, após 52 Km
Luís Mota, em representação da Casa do Benfica em Abrantes foi o 10º classificado, 2º M45 – 5:21:15.
Já em femininos a vencedora foi Sara Brito – CA Barreira – 6:11;35, com os lugares imediatos a serem ocupados por Marisa Vieira – Individual e Fernanda Verde – EDV – Viana Trail – 6:32;29.
Colectivamente em Masculinos pontuaram 24 equipas com o AMCF – Arrábida Trail Team a ser a vencedora incontestável com 17 pontos, seguida da Sactenosol com 39 pys e EDV – Viana Trail com 42 pts.
No que se refere à distância intermédia, 25 km, Nelson Graça do Team Gold Nutrition venceu com 2h07m 24s, o seu adversário Paulo Serra – Team SaltaYpula – 2:07;26 e em terceiro Stefan Pequito – AMCF – Arrábida Trail Team.
Em femininos, Raquel Costa – Gafanhori – 2:36;54, venceu sem a emoção da final masculina, a Bárbara Fernandes – Juventude Vidigalense – 2:40;15 e Susana Soares – OFFTEL Runneres – 2:40;20.
Colectivamente a vitória foi para KeMedo Team – 64 pontos, com a 2ª Escaravelhos Team – 121 pts e Montanha Clube Trail Running / Runners – 161 pts em 3º lugar, entre 13 equipas que pontuaram, em femininos somente duas equipas concluíram a distância com três atletas Tartarugas solidárias – 49 pts e Dolce Furadouro – 84 pts.
No tocante ao Mini Trail / Caminhada na distância de 15 kms, Helder Pereira – CA Ferreira do Zézere – 1:14;42 venceu sem contestação, com os seus adversários directos a disputarem o 2º lugar até à linha da meta onde terminaram com o mesmo tempo de 1:17;46, tendo Arnaldo Ferreira – BTTRain, levado a melhor sobre Pedro Simões – ARSM.
Luís Mota e Luís Malheiro, no Ultra Piódão

Já no sector feminino, Maragarida Amaro foi a vencedora em femininos com 1:22;55, seguida de Rita Loureiro – Oralklass – Amigos do Trail e Carolina Pereira – Afifense Hiit Trail a ocupar o lugar mais baixo do pódio com 1:24;54, entre os 118 que cortaram a meta.
Colectivamente GDC Portos Sines e Algarve com 33 pts foram os vencedores, seguidos dos Zatopeques – 118 pts e Rapotacho – 128 pts.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

28ª Edição do Grande Prémio da Páscoa em Atletismo - Constância

Decorreu no passado sábado, 26 de março de 2016, o habitual Grande Prémio de Atletismo de Constância, prova integrante das Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, Festas do Concelho de Constância.
Partida GP Páscoa 2016
A edição deste ano contou com mais de 1200 participações em todas as provas. Na prova rainha, o Grande Prémio, estiveram à partida para os 10 quilómetros da prova, mais de 650 atletas.
Também na caminhada, as inscrições estavam limitadas às 300 participações, número que foi o registado à partida.
As primeiras provas do dia foram dos escalões mais jovens. Infantis, Iniciados e Juvenis nos setores masculinos e femininos. Pelas 11.15 horas o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Constância, Arsénio Cristóvão, deu o tiro de partida para o Grande Prémio. Saiu em seguida a caminhada, sendo depois dado o tiro de partida para os Benjamins masculinos e femininos.
O Grande Prémio de Atletismo da Páscoa foi vencido por Pedro Cruz do Gabinete de Fisioterapia no Desporto, precisou de 33:17 minutos para vencer no setor Masculino. Sofia Marmelo do Clube de Atletismo de Ferreira do Zêzere, que gastou 37:29 minutos para completar os 10 quilómetros, venceu assim no setor Feminino.
Na edição deste ano havia a novidade do Prémio Record, prémio que não foi entregue. Este prémio, no valor de 500 euros, seria entregue à atleta feminina e ao atleta masculino, que batessem os melhores tempos de sempre da prova (registados).
No escalão feminino o tempo a bater era de 33.42 minutos e foi fixado em 2004 por Marina Bastos, enquanto que no escalão masculino, o tempo a bater era de 29.37 minutos e em 2005 foi feito por Delfim Conceição.
Destaque ainda para a vencedora do escalão de Juniores Femininos, Lilia Martins, do Núcleo Sportinguista da Lourinhã que é a atual Campeã Nacional de Corta-Mato de Juniores.
Classificações:
Geral Femininos
1ª Sofia Marmelo – Clube Atletismo de Ferreira do Zêzere
2ª Lilia Martins – Núcleo Sportinguista da Lourinhã
3ª Alexandra Oliveira – Grupo Atletismo de Fátima
Geral Masculinos
1º Pedro Cruz – Gabinete de Fisioterapia no Desporto
2º Pedro Lopes – União de Tomar
3º César Gomes – “Os Águias” de Alpiarça
45-49 anos Masculinos
M45 GP Páscoa 2016

1º Paulo Carvalho – Sporting Clube Reboleira e Damaia
2º Ernesto Ferreira – Gabinete de Fisioterapia no Desporto
3º Luís Mota – Casa do Benfica de Abrantes

UTAX - Ultra Trail Aldeias do Xisto

Miranda do Corvo voltou a ser a capital do Trail. Desta vez, no passado dia 19 de março decorreu a prova na distância aproximada de 110 km com um desnível positivo acumulado de 5.300 metros. Qualificava para o Ultra Trail Mont Blanc e contou ainda para o Campeonato Nacional Trail Ultra Endurance. Classificaram-se 125 ultramaratonistas, quase metade dos 244 do ano transato em parte devido às condições climatéricas muito adversas.
A primeira aldeia a ser visitada foi o Gondramaz e o primeiro atleta a cortar a meta foi Luís Duarte (Run.pt) em 12h25m36s, repetindo assim o triunfo obtido em 2014. Seguiram-se-lhe Nuno Silva (Desnível Positivo) a 24m48s e Bruno Coelho (Satecnosol Outdoor/La Sportiva) a 31m50s.
Luís Mota 2º M45 UTAX 112 Km

Luís Mota, da Casa do Benfica em Abrantes, com uma gestão adequada da corrida, concluiu este duro desafio em 16h9m, sendo o 25º classificado e 2º M45. Uma classificação meritória devido aos muitos desafios superados desde o início do ano.
Em femininos, Sofia Roquete (Nutrimania) repetiu 2015, agora em 16h20m40s. Fernanda Verde (EDV-Viana Trail) chegou 37m02s depois e Raquel Campos (Decathlon Matosinhos) fechou o pódio a já 3h48m56s. Pedro Constantino foi o último com 26h05m41s.
Realizaram-se ainda mais dois trails. Um Ultra com 50 km que também qualificava para o Ultra Trail de Mont Blanc e estava integrado no Circuito European Mountain Marathons. Classificaram-se 191 concorrentes, tendo vencido Guilherme Lourenço (CRP Ribafria) em 4h57m45s e Virgínia Pereira (Trilhos do Costume) em 7h05m43s.
Um Trail de 22 km que teve 405 participantes com o triunfo a sorrir a Miguel Silva (Salomon) em 1h56m06s e Inês Marques (Proaventuras) em 2h25m28s. Finalmente, um Mini Trail com 9,6 km que teve 57 participantes. Jorge Pimenta (RC Travel) em 52m59s e Carla Reis (AR S. Miguel) em 1h18m06s, bisaram.
Resultados completos em: www.axtrail.go-outdoor.pt/pt

Louzan 1000. O quilómetro vertical na Lousã

Realizou-se no passado dia 13 de março o Louzan 1000. Prova na distância aproximada de 8,5 km  que tinha partida no Hotel Palácio e terminava no cume da serra, no "Trevim", a 1200 metros de altitude.
Luís Mota, a caminho do "Trevim"
Esta edição contou comcom 124 classificados, mais 26 que na edição anterior. António Catarino (Cl. Triatlo do Fundão) foi o mais rápido em 56m28s, seguido de Nuno Gonçalves (Jardoeira &#Runcrosstrail.com) a 1m06s e Gustavo Barandas (ARC) a 2m19s.
Louzan 1000 M45

Luís Mota, da CBA, que no dia anterior tinha competido no Ultratrail de Vila de Rei foi o 1º M45.
Em femininos, Cristina Nascimento (Indiv.) venceu destacada em 1h06m56s, seguida de Glória Serrazina (CRP Ribafria) a 12m47s e Esmeralda Melo (Figueira Kayak Clube) a 18m12s. Mariana Rodrigues foi a última com 2h05m33s.

Território Circuito do Centro. Etapa 3 Vila de Rei

Decorreu no passado dia 12 de março, em Vila de Rei, a terceira etapa do Circuito teve a distância de 67,5 km com um desnível positivo acumulado de 2.922 metros. Classificaram-se 39 atletas, menos 27 que na edição anterior, com o triunfo a sorrir a Luís Graça (CA Ferreira Zêzere) em 6h15m16s. Seguiram-se Luís Mota (C. Benf. Abrantes), o vencedor das quatro edições anteriores, a 24m01s e João Ferreira (RSB-Lisboa) a já 1h03m11s. Hélder Vidal foi o último com 12h51m04s.
Com este 2º lugar a somar às duas vitórias nas duas etapas iniciais, Proença e Vila Velha de Ródão, o atleta da Casa do Benfica em Abrantes reforça a liderança no circuito, a uma etapa do final, que se realiza em Castelo Branco.
Luís Mota, reforça liderança no Circuito do Centro

Em femininos, classificaram-se apenas três atletas. Venceu Rita Fernandes (Tartarugas Solidárias) em 10h35m53s, com Cláudia Sousa (Indiv.) a 49m28s.
Realizaram-se ainda mais duas provas. Um Trail de 44,7 km com um desnível positivo acumulado de 2.192 metros que teve 40 atletas. Venceram José Faria (EDV Viana Trail) em 4h53m10s e Mariana Ballester (Indiv.) em 6h19m02s.
A terminar, um Mini Trail com 23,6 km que teve um desnível positivo acumulado de 1.123 metros com 92 participantes. Venceram Sérgio Lourenço (Cartaxo Night Runners) e Liliana Caçoete (Gazelas Running Figueira) em 2h36m06s.
Resultados completos em: http://territoriocc.com

33ª Edição das Três Léguas à Volta do Nabão - Tomar

No passado domingo, dia 6 de Março, integrada nas comemorações do dia da Cidade de Tomar, realizou-se a 33ª edição da já tradicional prova 3 Léguas do Nabão.
A prova organizada pelo CALMA com a colaboração da Camara Municipal de Tomar, Associação de Atletismo de Santarém e ainda algumas empresas de Tomar, decorreu em ambiente de festa e foi constituída pela primeira vez por 4 eventos. A prova principal, corrida de aproximadamente 15 km, a mini légua que contou com 58 atletas, a leguazinha (novidade), destinada aos ATL dos agrupamentos escolares que contou com a participação de 7 equipas (com cinco crianças e um adulto) totalizando 42 participantes, e ainda a tradicional caminhada que contou com a presença de 170 caminheiros.
Depois de alguns anos com uma fraca adesão de atletas, de 2008 a 2014 não chegou aos 300 atletas, a edição deste ano voltou a ultrapassar essa marcar, terminando a prova 341 atletas, mais 16 que a edição de 2015. São sinais de crescimento, de melhor organização, que decerto levarão a que num futuro próximo o meio milhar de atletas seja atingido.

O vencedor desta edição foi o atleta Tiago Silva, em representação da ACR de Santa Cita, terminando os cerca de 15km da prova em 51m34. Seguiu-se Cristiano António (AC Vermoil) com o registo de 53m30, a completar o pódio ficou o unionista Marco Francisco com mais 20 segundos. Imediatamente depois ficou o seu colega de equipa Pedro Lopes com o tempo de 55m07.
Seguiu-se na 7ª posição, o totalista da prova, o tomarense Luís Mota (CB Abrantes) com o tempo de 56m06 e com o mesmo tempo ficou o atleta do União FCI de Tomar João Plácido. 
Família Mota Presente. 1º Junior, 1º M45 e 1ª Feminina


Em 63ª da geral, mas a primeira atleta feminina a cortar a meta foi a tomarense Mariana Mota em representação do SL Benfica, ela que é marchadora, mas que fez questão de marcar presença nesta prova tomarense, tendo realizado o tempo de 1h04m51, bem acompanhada pelo unionista Jorge Lercas que terminou com o mesmo tempo e um lugar depois. Referencia para segunda atleta feminina em 90º lugar com 1h07m38, Deonilde Costa do ACVermoil.O pódio feminino foi composto ainda por Silvia Jorge (257ª da geral) do Núcleo Sportinguista de Torres Novas tendo registado o tempo de 1h10m42.

I Columbus Trail/Vila do Porto

Tom Wagner e Sónia Túbal vencem em Santa Maria
Geral do Columbus Ultra trail 77 Km

 Realizou-se no passado dia 27 de fevereiro, na Ilha de santa Maria, nos Açores, a primeira edição do Columbus Ultratrail.
Duas corridas, uma na distância da Maratona e outra na distância de 77 km, percurso da grande rota da ilha.
Na prova na distância de 77 km ,com um desnível positivo acumulado de 3.400 metros, classificaram-se 24 atletas, dos quais três do sexo feminino. O austríaco Tom Wagner (Salomon) venceu destacado em 7h37m36s, seguido de Luís Mota (CBA) a 23m35s e do espanhol José Fernandez (Espanha) a 58m23s.
Luís Mota foi o 2º na geral

Em femininos, Sónia Túbal (Monsanto Running Team) venceu em 10h29m27s, deixando Ana Duarte (Falcões Selvagens) a 1h16m56s e Carla Moreira (Team Famalicão) a 2h47m09s. Artur Alves foi o último com 14h30m19s.
Realizou-se ainda um Trail na distância da maratona que teve 56 classificados. Venceram Tom Owens (Indiv.) em 3h32m51s e Margarida Pereira (NPA Gonçalo Velho) em 5h42m12s.
O Team Salomon com o português, Luís Mota

Resultados completos em: http://columbusultratrail.com

Maratona de Sevilha 2016

Luís Mota em mais uma Maratona, desta vez em Sevilha


Luís Mota, em representação da Casa do Benfica em Abrantes, concluiu no passado dia 21 de fevereiro a sua 36ª Maratona em estrada. O atleta tomarense, teve que correr após uma viagem noturna (direta), tal como o ano passado, devido a compromissos em Portugal

Esta é uma corrida que ano após ano bate "record" de participantes, porque milhares, como ele, adoram a prova rainha e rumam à capital da Andaluzia.

A prova justa foi sua amiga. 2:48 para uma grande Maratona (com quase 43 km!). 

Trail Serra do Branco (Colmeias/Leiria)

Realizou-se no passado dia 14 de fevereiro, dia dos namorados, em Colmeias (Leiria) o I Trail Serra do Branco.
Luís Mota e Patrícia Carreira foram os grandes vencedores!
Pódio Geral/ I Trail Serra do Branco
Prova na distância de 30 km com 47 concorrentes. Luís Mota (C. Benf. Abrantes) chamou a si o triunfo em 2h38m57s, com Tony Maia (Ourém Vida Team) a 4m47s e Francisco Gaio (Fisio-Massagem) a 16m07s.
Em femininos, Patrícia Carreira (Juv. Vidigalense) fez uma prova à parte das suas adversárias vencendo em 3h03m53s. Cármen Almeida (S. S. Montepio Geral) foi a segunda a distantes 54m50s com Sónia Reis (NEL-Pédatleta) a fechar o pódio a já 1h13m26s. Sofia Portela foi a última com 5h13m41s.Realizaram-se ainda uma Caminhada com 8 km e um Trail Curto com 194 participantes. Venceram Nélio Almeida em 1h31m48s e Anabela Remédios em 2h03m09s, ambos da AC S. Mamede.
Resultados completos em: www.trailserradobranco.com

III Território Centro/Vila Velha de Ródão

Luís Mota e Natércia Silvestre triunfam em Vila Velha de Ródão
Pódio K40+

Realizou-se no passado dia 6 de fevereiro, em Vila Velha de Ródão a segunda etapa do Território Circuito do Centro. A prova, na distância de 44,6 km  e com um desnível positivo acumulado de 2.242 metros. Classificaram-se 57 atletas, o número mais fraco das três edições. Em 2014, tivemos 73 e em 2015, foram 80.
Luís Mota (C. Benf. Abrantes) repetiu o triunfo de 2014 ao cortar a meta destacado em 4h02m11s. Seguiram-se-lhe Milton Gonçalves (Mun. Sabugal/GCD Fóios) a 4m37s e José Faria (EDV-Viana Trail) a distantes 26m28s.
Em femininos, completaram o percurso apenas seis atletas. Natércia Silvestre (Indiv.) venceu destacada em 5h00m18s, deixando Isabel Moleiro (SS CGD) a longos 47m55s e Mariana Ballester (Indiv.) a já 1h3m38s.
Realizou-se ainda um Trail na distância de 26,2 km com um desnível positivo acumulado de 1.070 metros. Classificaram-se 105 atletas tendo os vencedores vencido pela terceira vez. António Silvino em 2h26m48s e Anabela Duque em 2h57m43s, ambos da AC S. Mamede.
Portas de Ródão, local de passagem da prova

Resultados completos em: http://territoriocc.com

David Quelhas e Lucinda Sousa vencem Abutres

A Serra da Lousã voltou a receber mais de um milhar de atletas que participaram em várias distâncias. Célia Azenha e Joaquim Adelino foram os padrinhos com a prova principal a ter 516 atletas, suplantando largamente os 320 do ano passado e os 507 de 2014.

David Quelhas (Coimbra Trail Running) venceu em 4h51m14s, deixando André Rodrigues (Dr. Merino/Nutrifit) e Ricardo da Silva (EDV-Viana Trail), ambos a 10m11s.
Em femininos, tivemos 39 atletas (7,6%). Lucinda Sousa (Gondomar FC) venceu destacada em 6h24m57s, deixando Sara de Brito (CA Barreira) a 17m28s e Fernanda Verde (EDV-Viana Trail) a 24m47s. José Camelo foi o último em 12h09m22s.
Por equipas, venceu o EDV-Viana Trail com 13 pontos, seguido do Satecnosol Outdoor/La Sportiva com 20 e do Coimbra Trail Running com 36.
Realizaram-se ainda um Trail Júnior, uma Caminhada com 12 km e um Trilho de 25 km com 464 participantes, dos quais 81 do sexo feminino (17,5%). Venceram Paulo Serra (Indiv.) em 2h22m18s e Patrícia Serafim (Beja AC) em 2h58m44s.
Luís Mota, Totalista na prova 
Luís Mota, participou e terminou todas as edições dos Abutres!

Trilhos dos Abutres 2016 “Como é bom voltar a casa”
Em Miranda do Corvo moram muitos Amigos, correr há vários anos nos seus trilhos é muito gratificante.
Quando no dia anterior levantei o dorsal, fiquei emocionado com o nº 1. Não que valorize esse número, correria com o mesmo empenho e admiraria da mesma forma a nossa amizade. Penso que simboliza o reconhecimento, vindo de grandes e valiosos Amigos, uma amizade que mantemos desde a primeira edição. Vi os Abutres nascer e acompanhei o seu crescimento. Estão de boa saúde e recomendam-se!
Assim, as minhas primeiras palavras são de gratidão para todos os envolvidos neste evento. Parabéns igualmente aos atletas e familiares que estiveram neste “Desafio Épico”
Obrigado Romeu pela foto. Excelente recordação.
O meu desempenho:
50 kms (2600+)
5h49m36s - 15º geral/2 M45 515 finishers

Resultados completos em: www.trilhos.abutres.net

II Trail Socorro Archeira/ Torres Vedras


Duas serras, uma corrida exigente e muito competitiva.
O Turres Trail Clube, com o apoio da Paisagem Protegida das Serras da Archeira e Socorro, da Câmara Municipal de Torres Vedras, Junta de Freguesia do Turcifal, Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães e Dolce Campo Real  Resort, realizou nos dias 16 e 17 de janeiro de 2016 o 2º TRSA- Trail Run Socorro e Archeira, composto por dois eventos.
Geral do K29

No dia 16 de janeiro ocorreu o Hard Crono Trail Run da Archeira e, no dia 17, o evento contou com várias opções de percursos: Trail Longo de 29 km, Trail curto de 14 km e ainda uma caminhada. Os eventos tiveram, no seu conjunto, a participação de 500 atletas.
No primeiro evento, a prova foi realizada em contra-relógio individual de Trail Run, com os atletas a partir de 20 em 20 segundos, em ordem inversa ao seu palmarés . O percurso apresentava características técnicas de elevada dificuldade, com uma distância de 13 km e um desnível acumulado de 900 metros, em plena área protegida Local  da Serra da Archeira.
O grande vencedor foi Marcolino Veríssimo, que percorreu os difíceis 13 km em 1h33m. Quanto à classe feminina, a vencedora foi Carmen Henriques, com 02h05m.
O segundo dia de prova foi pensado para ser técnica e fisicamente exigente. O percurso abrangeu trilhos onde imperou muito ‘Trail’, com a partida e chegada no Dolce Campo Real  Resort, local de grande beleza, em plena área protegida das Serras da Archeira e Socorro.
David Marques e Marina Alves foram os vencedores no TL- Trail Longo de 28 km, nas respectivas classes. O vencedor masculino do Trail Curto foi José Mota, tendo Ana Duarte conquistado o primeiro lugar em femininos, no mesmo percurso.
Luís Mota, que tinha vencido no dia anterior em Proença não deixou de marcar presença e demorou 2:46h durante os 29 km e cerca de 1800+ e foi o 6º classificado, lado a lado com o 5º. o Amigo Marcolino Veríssimo.
Luís Mota e Marcolino Veríssimo, 6º e 5º classificados
O 2º TRSA- Trail Run Socorro e Archeira teve o apoio: Câmara Municipal de Torres Vedras , Freguesia do Turcifal , Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães , Área de Paisagem Protegida Local Socorro e Archeira , Dolce Campo Real  Resort , Águas do Vimeiro, Ginásio Kalorias, Grafivedras e Bicimax. 

Território Circuito do Centro: Etapa 1 Proença a Nova

Território Centro /K40+. 5 anos a correr pelo Coração de Portugal. 

Etapa 1 Proença:1° Geral.
A terminar a Etapa ! Proença: 1º Classificado

Este será para mim o “Circuito de 2016”. Gosto muito do “Coração de Portugal” e das suas gentes. Correr por cantinhos do interior do nosso país é fantástico. Foi Proença, segue-se VV Ródão, Vila de Rei e termina na cidade albicastrense, Castelo Branco.
Poucas seriam as palavras de gratidão para com o Paulo Garcia e toda a equipa Horizontes, pelo que têm feito pelo Trail, pelo que têm feito por mim. Obrigado Amigos.
Pódio Geral Individual

Para quem participou a minha felicitação, para quem não foi poderá participar numa das próximas provas do Território Centro. Encontra-mo-nos nas próximas etapas. 

Trail do Centro Vincentino da Serra 2016

Iniciou no dia 10 de Janeiro de 2016 o circuito de Trail da ATRP, em Portalegre.
A capital do Norte alentejano voltou a ser palco por dois dias, repleto de eventos culturais e desportivos.
No dia 09, no âmbito das jornadas vicentinas, foram organizados debates em que estiveram presentes diversos oradores, que abordaram temas relacionados com a prática do Trail, metodologia e adaptação de treinos consoante os objetivos de cada atleta, segurança nas provas e foram ainda relatadas experiências de ultra desportistas – ultra maratonistas. 
No domingo, o grande dia!
Feita a contagem decrescente para a partida, os atletas partem, percorrendo o primeiro quilómetro dentro da cidade, permitindo um alargamento do pelotão e o disfrutar da passagem pelas instalações da Escola da GNR, em direção à floresta, por estradas e estradões que permitem que o pelotão flua livremente.
Já a cidade fica para trás e os atletas seguem por entre trilhos com alguma tecnicidade indo para a zona envolvente à Ribeira de Nisa e depois os atletas percorrem a serra em bom ritmo, em direcção ao Parque Natural da Serra de São Mamede. 
No trail Longo Tiago Aires – Gafanhori – 3h 46m 58s foi o vencedor destacado, com André Rodrigues – Dr. Merino – 3:49;09 em segundo, e completar o pódio Hélio Fumo – Individual – 3:58;40, em femininos Susana Simões – Corremos.pt – 5:27;11 foi vencedora com mais de cinco minutos de vantagem sobre a segunda Tyna Valada – Monsanto Running Team – 5:32;31 e Elisabete Vieira – Dr. Merino – 5:36;16 a subir ao ultimo lugar do pódio
Nesta distância o atleta tomarense Luís Mota, foi o 9º da geral, 2.º M45, com o registo de 4:16;39.
Luís Mota, a terminar 2º M45 a 1 segundo do 1º do seu escalão
No Trail Curto o vencedor foi Fábio Fontoura – AM Corrida -1h 51m 16s, seguido de Pedro Rodrigues – EDV – Viana Trail – 1:56;30 e Luciano Gordo – CCDM de Portalegre – 1:59;00, em femininos Cristina Couceiro – ARS Miguel – 2:25;41 venceu a exemplo do sector masculino destacada a conhecidíssima da área da orientação Raquel Costa – Gafanhori – 2:33;00, com Jocelina Ferreira – CJ Vidigalense – 2:40;18 a ser a terceira.
A terminar felicitar a organização, e o seu diretor técnico, José Presado, pelo excelente evento que têm vindo a promover a região

Os III Trilhos Noturnos dos Templários tiveram como vencedor Luís Mota, da Casa do Benfica de Abrantes, que fez os 20 km em 1h38m. Em segundo ficou José Rosário, do Porto de Mós a Correr, com mais um minuto e 3 segundos; seguindo-se três atletas do União FCI Tomar, Rui Sousa, João plácido e Gil Batista.
Na geral feminina, sara Machado, dos Irredutíveis, foi a vencedora.
O atleta tomarense, Luís Mota, começou este ano de 2016 a correr à noite na 3ª edição dos Trilhos Noturnos dos Templários, prova organizada pela ACR Santa Cita Atletismo.Tratou-se de um evento de corrida em ambiente natural, corrido em estradões e trilhos técnicos, de carácter competitivo, com um percurso circular, com partida e chegada no recinto da ACR de Santa Cita e com uma distância total de 21Km, na prova maior e 11Km na prova mais curta, com a participação de cerca de 180 atletas.
No início da prova, todos quantos marcaram presença neste evento, foram brindados pela organização com um magnífico fogo-de-artifício e com a prova de Trail a ser “escoltada” nos metros iniciais por dois cavaleiros dos templários, vestidos a rigor.
No final, realizou-se a confraternização entre os atletas e simultaneamente foi realizada a entrega de prémios aos melhores classificados.
Iniciou assim 2016.

Peregrinação Tomar>Fátima 2015

Termina assim 2015, um grande ano. Hoje fui de casa a casa da Mãe. 40 belos quilómetros a correr.

São Silvestre da Batalha 2015

Realizou-se no passado dia 26 de dezembro, na Batalha, a tradicional corrida de São Silvestre. Bela corrida, junto do Mosteiro de Santa Maria da Vitória!

Se o regresso da Mariana à competição é excelente, e realizou uma corrida melhor que o apontado, fez 43 aos 10 km, eu corri em 37:05, mais 2 que o pretendido. 
37:05 aos 10Km, foi o que deu!

Termina assim o nosso ano competitivo.

25º GP Atletismo A-do-Barbas-Memorial Fernando Figueiredo (10km)

No dia 8 de dezembro, dia da padroeira de Portugal, Nossa Senhora da Conceição, realizou-se o tradicional GP de Atletismo da localidade, este ano na distância de 10 km.
Partida do GP Ad B 2015

Depois do trail altura para o atleta tomarense, em representação da CBA, participar em provas de estrada. Luís mota correu os 10 km em 35.15 minutos e foi o 1º M45.
Seguem-se as corridas de são Silvestre.

Trail de Fátima

Luís Mota, da Casa do Benfica em Abrantes, foi o grande vencedor do II Trail de Fátima, prova com a distância de 30km e 1560D+ com o tempo de 3:01 h. Na segunda posição ficou Tiago Romão e fechou o pódio Luís Fernandes.
Luís Mota, vencedor do III Trail de Fátima

Prova com excelente organização da " Escola de Triatlo de Fátima" que teve como ponto de partida e chegada dos atletas o Centro de Estudos de Fátima.
Classificações

GP Mendiga/Porto de Mós

Realizou-se no passado dia 29 de novembro, em Mendiga, o tradicional GP de Atletismo.
Nesta edição foi o grande vencedor absoluto, Pedro Arsénio, GDF Reboleira, em masculinos e em femininos triunfou a benfiquista, Emylia Pisoeiro, com 00:58:20.
Luís Mota, em representação da CBA, foi o 13º da geral, 3º M45, com o registo de 00:57:55 h.
GP Mendiga. Tudo o que a corrida tem de melhor!
Depois da corrida, o tradicional almoço com o "Bacalhau com batatas a murro"

Depois de uma bela manhã de "Verão de São Martinho", a correr no vale, junto da Serra de Aire e Candeeiros, num percurso muito bonito, chegou a hora do belo bacalhau assado com batatas a murro. Bela festa na Mendiga

Trail Chícharo da Serra- Fátima

Realizou-se, no passado dia 21 de novembro, em Santa Catarina da Serra, perto de Fátima, o "Trail Chícharo da Serra".
Uma prova delineada num percurso de constante sobe e desce. Nos 32 km, venceu  Luís Mota (3:05), da Casa do Benfica em Abrantes, seguiu-se pedro Rodrigues, EDV Viana Trail,(3:08) e Germano Capela, CA Barreira (3:10).
Uma Excelente festa que terminou em ambiente de festa, nas tasquinhas do evento.
Pódio Trail Chícharo da Serra 2015